Dor de Cabeça Pulsante e Latejante: saiba tudo sobre a Enxaqueca Crônica

A enxaqueca crônica é caracterizada por uma dor de cabeça pulsante e latejante. Ela se denomina crônica porque acontece por cerca de 15 dias ou mais, durante três meses. Nesse período, pelo menos oito dias são com crises típicas da enxaqueca. Junto dela, pode ser que sintomas como náuseas, vômitos e tonturas possam ocorrer.

Também há casos em que a enxaqueca crônica é acompanhada de aura, no qual alucinações visuais e/ou cegueira e descontrole dos movimentos podem acontecer. Normalmente ela é desencadeada por gatilhos, seja por estresse excessivo, luzes e odores fortes. Por isso, a melhor forma de tratar a dor de cabeça é sempre identificando a causa e sintoma do problema, para acabar com a dor de maneira profunda, evitando que novas crises aconteçam.

As principais causas da enxaqueca crônica são:

  • Falta de uma rotina para dormir;
  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Jejum prolongado;
  • Consumo de alimentos que favoreçam a enxaqueca;
  • Traumatismo craniano;
  • Uso de medicamentos vasodilatadores;
  • Pressão;
  • Mudanças bruscas de temperatura;
  • Exposição a sons extremamente excessivos;
  • Variação hormonal;
  • Excesso de exercícios físicos feitos de maneira prolongada.

Você se identifica com a enxaqueca crônica? Descubra aqui remédios, chás, como aliviar e os principais sintomas desse tipo de enxaqueca.

Remédio para Enxaqueca Crônica: conheça os principais nomes

Pessoa tomando tipo de remédio para enxaqueca crônica

Os remédios para tratar enxaqueca crônica são basicamente os mesmos para tratar outros tipos de enxaqueca. Existem uma variedade de nomes no mercado, porém, cada um possui uma finalidade específica para tratar determinados tipos de intensidade da dor.

Confira os principais nomes de remédios que combatem especificamente a enxaqueca crônica:

  • Analgésicos e anti-inflamatórios comuns: Paracetamol, Ibuprofeno ou Aspirina;
  • Ergotamina: Cefaliv ou Cefalium;
  • Triptanos: Zomig, Noramig ou Sumax.

Além destes, outros remédios podem ser utilizados para prevenir novas crises. Eles são classificados como “preventivos” e possuem diferentes finalidades para outros problemas de saúde, mas que também combatem a enxaqueca.

Confira os principais nomes a seguir.

  • Antidepressivos: analgésico que controla a produção de serotonina, noradrenalina e dopamina no cérebro. Dessa forma regula a memória da dor;
  • Neuromoduladores: associa os sintomas com os da epilepsia, ajudando no combate da dor de cabeça;
  • Betabloqueadores: age contra doenças cardiovasculares e no controle da pressão arterial, porém, contribui significativamente para doenças de enxaqueca.

Lembrando que, somente um médico especializado pode prescrever o tipo de remédio que melhor se encaixa para cada diagnóstico específico. Por isso, a consulta especializada é fundamental e indispensável. Quanto mais cedo a procura for feita, mais rápido e fácil será solucionada a dor, evitando que problemas mais graves de saúde aconteçam.

Conheça diferentes tipos de Chá para Enxaqueca Crônica

Chá de alfazema para enxaqueca crônica

Os chás medicinais estão sendo cada vez mais utilizados para tratar problemas de saúde. Com a enxaqueca, não é diferente. Existem tipos de chás para enxaqueca crônica que tratam especificamente desse tipo de dor. Confira os principais tipos abaixo:

  • Chá de camomila: acalma, relaxa, alivia tensões, combate má digestão e gases, alivia olhos cansados e inchados, além de combater enjoos, gripes e resfriados. Suas propriedades calmantes combatem de forma eficaz a enxaqueca crônica.
  • Chá de alfazema: analgésico, calmante, anti-inflamatório e antiespasmódico, que combate a dor de cabeça, náuseas, tensão nervosa, melhora a circulação e tranquiliza o corpo e a mente.

Abaixo, estão outros tipos de chás que também contribuem para dor de cabeça, que não são específicos para do tipo crônica, porém, que podem ajudar significativamente para o alívio da dor:

  • Chá de gengibre: anti-inflamatório com efeito da aspirina, aliviando inflamação e dor.
  • Chá de hortelã: calmante, anti-inflamatório, combate problemas intestinais e estomacais, além da dor de cabeça.

Não sabe se possui Enxaqueca Crônica? Conheça os Sintomas!

Dentre os sintomas mais comuns da enxaqueca crônica, estão as dores de cabeça unilaterais. Entretanto, em alguns casos há relatos de dores sentidas de forma bilateral, assim como envolvendo a cabeça como um todo. Além disso, o incômodo pode se dar com sensação pulsátil ou latejante, variando a intensidade de moderada a forte.

Abaixo, estão os principais sintomas que podem ser sentidos junto à enxaqueca crônica:

  • Dor de cabeça pulsante e latejante;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Sensibilidade à luz;
  • Sensibilidade a sons;
  • Sensibilidade a odores.
  • Pode vir acompanhada de aura;
  • Tontura.

Como aliviar a Enxaqueca Crônica?

Aliviando enxaqueca crônica com compressa de água

É possível aliviar a enxaqueca crônica de diferentes formas, seja com remédios ou com métodos alternativos. De forma geral, as principais formas para aliviar esse tipo de dor de cabeça são:

  • Uso de analgésico e anti-inflamatórios;
  • Uso de chás;
  • Compressa de água fria ou morna;
  • Gelo na parte dolorida;
  • Massagem na região dolorida;
  • Repousar;
  • Descansar em ambiente de pouca luminosidade;
  • Consumir gengibre ou hortelã;
  • Meditar;
  • Trabalhar a respiração;
  • Alimentação à base de cálcio, vitamina D, ômega 3 e magnésio;
  • Acupuntura;
  • Tomar água;
  • Evitar café e refrigerante.

No vídeo abaixo, o neurologista Fernando Kowacs fala sobre tipos de tratamento para enxaqueca crônica, assim como hábitos de vida regulares que impactam na prevenção das crises de dor de cabeça.

Fontes

http://www.ihs-headache.org/binary_data/2086_ichd-3-beta-versao-pt-portuguese.pdf

http://www.cchla.ufrn.br/humanidades2009/Anais/GT12/12.1.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *