Tipos de Enxaqueca: aprenda identificar qual o seu tipo de dor de cabeça

A enxaqueca é caracterizada por uma intensa dor de cabeça pulsante, que pode variar o período de duração conforte o grau de intensidade. Nesse sentido, elas podem ser divididas em primárias ou secundárias, classificando os tipos de enxaqueca.

A enxaqueca primária é aquela em que a dor é sua principal manifestação. Ela pode tem como tipos de enxaqueca crônica, com aura, sem aura, menstrual, episódica, hemiplégica ou basilar e tensional.

Já a enxaqueca secundária é proveniente de outros tipos de doenças, como traumas, tipos de câncer, aneurismas, alterações metabólicas ou hormonais, e através de doenças infecciosas.

É importante entender que tipo de dor de cabeça é sentida para então buscar o tratamento adequado. Por isso, confira a seguir os principais tipos de enxaqueca e saiba com identificá-la.

Quais os Tipos de Enxaqueca? Conheça os Sintomas!

Pessoa com tipos de enxaqueca

Para melhor entender os tipos de enxaqueca, abaixo segue os principais sintomas da enxaqueca primária, a mais comum entre a população brasileira.

  • Enxaqueca menstrual: além da dor de cabeça, esse tipo de enxaqueca apresenta sintomas como náuseas, vômitos, sensibilidade à luz, sons e cheiros. Ela atinge cerca de 20% das mulheres em período menstrual, aumentando o índice para 60% quando elas já tiveram crises de enxaqueca em outros períodos da rotina;
  • Enxaqueca episódica: esse tipo de enxaqueca acontece em um período do mês que dura cerca de 14 dias. Os sintomas comuns são dores intensas e latejantes, que podem ou não ser acompanhadas de náuseas e sensibilidade à luz;
  • Enxaqueca hemiplégica ou basilar: esse é um tipo de enxaqueca com aura, porém mais rara. Ela acontece devido a constrição da artéria basilar, acometendo principalmente mulheres na fase da adolescência;
  • Enxaqueca tensional: esse tipo de enxaqueca se manifesta quando há tensão exagerada nos ombros, pescoço, couro cabeludo e face.

Abaixo, você sabe mais sobre os tipos de enxaqueca com aura e sem aura, e sobre os tipos de enxaqueca crônica.

Tipos de Enxaqueca com Aura

Pessoa com sintomas da enxaqueca com aura

A enxaqueca com aura é aquela que é sentida com alterações visuais, normalmente consequência de um distúrbio neurológico. As alucinações aparecem pouco antes da dor.

Já a enxaqueca sem aura é caracterizada por sintomas que se manifestam com alteração de humor, dificuldade de raciocínio, inchaço em determinadas partes do corpo, principalmente dos olhos; bocejos, fadiga e compulsão por doces.

Dentre os tipos de enxaqueca com aura, elas podem ser divididas conforme os seguintes sintomas:

Aura visual:

Essa é a mais comum, no qual altera o campo de visão, podendo gerar cegueira momentânea.

Aura motora ou hemiplégica:

Apresenta sintomas de tontura e náuseas,

Aura difásica:

Esse tipo afeta a capacidade de se expressar, assim como falar normalmente.

Aura sensitiva:

Sensação de formigamento pelo corpo e rosto.

Normalmente, praticamente todos os tipos de enxaqueca com aura prejudicam os movimentos, dificultando-os e até gerando perda da força muscular.

Tipos de Enxaqueca Rara

Um dos principais tipos de enxaquecas raras é a chamada “cefaleia em salvas”. Ela acontece cerca de uma a três vezes no dia durante um período de tempo que pode durar duas semanas, até três meses.

A “cefaleia em salvas” é caracterizada por uma dor intensa, considerada uma das piores dores do ser humano. Ocorre sempre em uma mesma época do ano, manifestando-se cerca de duas horas após o indivíduo pegar no sono, sendo os ataques noturnos mais perigosos que os ataques diurnos.

Os sintomas mais comuns são vermelhidão nos olhos, lacrimejamento, congestão nasal e queda da pálpebra do mesmo lado da dor. Ela é considera mais rara em comparação às enxaquecas primárias.

Tipos de Enxaqueca Crônica

Pessoa com sintomas da enxaqueca crônica

A enxaqueca crônica é aquela dor de cabeça frequente e constante, mas que não chega a ser insuportável. Ela se manifesta em apenas um lado da cabeça e dura cerca de 3 até 72 horas durante 15 dias ou mais no mês, por mais de três meses.

A enxaqueca crônica pode piorar com a frequência da intensidade, fazendo com que ela seja sentida diariamente. Dentre os principais sintomas desse tipo de enxaqueca, estão:

  • Sono de má qualidade;
  • Insônia;
  • Dores no corpo;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Alterações do apetite e do humor;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Sensibilidade à luz e ao ruído.

A enxaqueca crônica pode ser sentida com sintomas da enxaqueca com aura, gerando alucinações visuais e dificuldade nos movimentos. Para ser caracterizada como tal, é preciso que a presença dos sinais tenham se apresentado pelo menos duas vezes durante as crises de enxaqueca crônica.

É importante reforçar a importância da ida ao médico especializado ao sentir os sintomas de algum tipo de enxaqueca. Somente ele poderá definir o diagnóstico correto e prescrever o tratamento que melhor se encaixa em cada caso de dor de cabeça.

No vídeo abaixo, o neurologista Saulo Nader comenta sobre a enxaqueca que provoca alucinações visuais, como o caso do tipo de enxaqueca crônica com aura.

Fontes

https://sbcefaleia.com.br/images/protocolo%20cefaleia%20urgencia.pdf

https://www.ufrgs.br/telessauders/documentos/protocolos_resumos/neurocirurgia_resumo_cefaleia_TSRS.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *